Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) forneceram – na década de 2000 – uma referência para enfrentar os desafios sociais mais urgentes no mundo, com foco prioritário em suprir as necessidades humanas básicas. Quinze anos depois, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) procuram ir além: eles mantêm a meta de eliminar a pobreza e buscam impulsionar mudanças sistêmicas em estratégias voltadas para o desenvolvimento econômico sustentável, a geração de empregos, a redução da desigualdade e a inovação para uso mais eficiente e consciente dos recursos naturais.

Essa agenda – que agrega e reitera aspirações globais acordadas em décadas de negociações internacionais – é oportuna e pode explorar e orientar o potencial de atuação e engajamento do setor privado. Entretanto, para realizar esse potencial, é preciso aprender com o processo de implementação dos ODM, com suas histórias de sucesso e, também, com seus desafios.