Encontro organizado pelo IBGE discute hoje os indicadores de Desenvolvimento Sustentável

 em Notícias, ods

images

Encontro organizado pelo IBGE acontece nesta terça-feira, no Instituto Rio Branco

Com o propósito de mostrar o papel do Brasil na formulação dos indicadores de monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), considerados o eixo central da Agenda 2030, da ONU, será realizada pelo IBGE, nesta terça, dia 26, uma reunião no auditório do Itamaraty, às 14h30.

Participarão do evento o presidente-substituto do Ipea, José Eduardo Elias Romão, a presidenta do IBGE, Wasmália Bivar, o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Francisco Gaetani, e o subsecretário-geral de Meio Ambiente, Energia, Ciência e Tecnologia do Ministério das Relações Exteriores, embaixador José Antonio Marcondes de Carvalho. Participarão da mesa também o coordenador-residente do Sistema da ONU no Brasil, Niky Fabiancic, o diretor do Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável – PNUD (Centro Rio+), Romulo Paes, e um representante do Ministério do Meio Ambiente.

Durante a reunião, representantes do governo brasileiro e das Nações Unidas discutirão a participação brasileira no processo de construção dos indicadores para acompanhamento dos ODS, a produção e gestão de informações estatísticas e dados que subsidiem políticas para o desenvolvimento sustentável.

Sobre os ODS
Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, cujo processo negociador foi lançado na Conferência Rio+20, em julho de 2012, representam o mais abrangente e ousado esforço coletivo para melhorar a qualidade de vida, erradicar a pobreza e promover o desenvolvimento sustentável. Constituem o eixo central da Agenda 2030, que entrou em vigor no dia 1º de janeiro de 2016, após ser aprovada por todos os 193 estados-membros das Nações Unidas, durante a 70ª sessão da Assembleia Geral, em setembro de 2015. A Agenda 2030 é um guia detalhado para inspirar e orientar ações nas três dimensões do desenvolvimento sustentável (econômica, social e ambiental), em todos os países, pelos próximos 15 anos.

A implementação dos 17 ODS exigirá um sólido arcabouço de indicadores para apoiar o planejamento de políticas públicas por todas as esferas e níveis governamentais, para permitir o acompanhamento de seu progresso e para garantir transparência e participação de todos os atores, incluindo o setor privado e a sociedade civil. O conjunto final de indicadores será submetido aos estados-membros das Nações Unidas, por ocasião da 71ª sessão da Assembleia Geral da ONU, em setembro de 2016, em Nova York.

 

Fonte: IPEA

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar